Dicas de Manutenção

 

Já que os automóveis imobilizados também se deterioram, não se esqueça de verificar os seguintes elementos quando passear o seu clássico: estado do motor, radiador, filtros, travões, bateria e todos os componentes eléctricos do carro.

No exterior do automóvel deve verificar o estado das escovas limpa vidros e as luzes. Quanto aos pneus, deve verificar deformações na geometria dos pneus causadas pela imobilização do veículo, desgaste excessivo ou irregular, cortes ou rachas nas paredes laterais e certificar-se que têm a pressão adequada.

 

Travões

Relativamente aos travões do seu automóvel, lembre-se que a maioria dos óleos de travões são corrosivos e absorvem humidade, pelo que a imobilização do automóvel durante períodos prolongados pode causar deteriorações das borrachas e corrosão nos bombitos dos travões. Deve trocar o óleo de travões a cada dois anos.

 

Refrigeração

Pelo menos uma vez por mês, mas idealmente diariamente, verifique o nível do líquido de refrigeração. Um motor sem problemas não perde água, pelo que, se verificar perdas constantes é recomendável inspeccionar o radiador e toda a tubagem.

Óleo do motor

O óleo do motor é outro elemento determinante na manutenção do seu clássico, devendo optar por um óleo com um grau de viscosidade adaptável às temperaturas – um óleo do tipo “multigrade” é adequado para responder à oscilação das temperaturas entre o Verão e o Inverno. No caso de mudar de óleo, aconselha-se que mude também o filtro. Deve ainda verificar o nível de óleo do motor com frequência.

 

Qualidade do combustível

Outro factor importante é a qualidade dos combustíveis, uma vez que os aditivos que são incorporados desempenham um papel importante na manutenção e conservação dos componentes da alimentação combustível ao motor, nomeadamente bombas injectoras, injectores, câmaras de combustão, pistons, sedes, guias e válvulas. Quanto mais activo for o combustível, melhor pode ajudar a prevenir e até limpar o depósito de sujidade. Para garantir isto, sugerimos a utilização dos produtos da BP Ultimate para gasolina ou gasóleo, com a tecnologia ACTIVE.

 

Consumo de combustível

Se estiver parado numa fila de trânsito, não caia na tentação de desligar o motor, julgando que está, dessa forma, a poupar combustível. A verdade é que, só depois de dois a três minutos de imobilização, a queima de combustível de arranque passa a ser inferior à que seria consumida mantendo o automóvel a trabalhar ao ralenti. Há ainda o mito que o ponto-morto poupa combustível, mas é preferível e mais seguro, optar por uma mudança e deixar deslizar o carro, pela inércia.

Incorporação de biocombustíveis

Outros factores a ter em conta são a incorporação de biocombustíveis, como o etanol, e combustíveis sem chumbo. O primeiro pode ter um efeito corrosivo no depósito de combustível, linhas de abastecimento, carburador e outros componentes, embora isto seja mais normal acontecer em veículos muito antigos, provavelmente anteriores aos anos 50. Para qualquer uma das situações, existem aditivos no mercado capazes de mitigar os efeitos negativos do etanol e da falta de chumbo.
.

 

Borrachas

Uma vez que os elementos de borracha são sensíveis às variações da temperatura e ao envelhecimento, é importante que verifique o estado das correias.

 

Filtro do ar

Nas estações de maior concentração de poeiras no ar, torna-se importante que verifique o filtro do ar, de forma a conseguir melhorar a performance do seu carro e reduzir o consumo, protegendo ainda o motor das impurezas exteriores.

 

 Distância de travagem

Se for ultrapassado por outro veículo, lembre-se que o estado mecânico da sua viatura poderá influenciar a distância de travagem, pelo que deve adequá-la de forma a prevenir acidentes.

 Limpeza

No que diz respeito à limpeza, aconselha-se que lave e encere o seu clássico, de forma a preservar o seu brilho original e prevenir o aparecimento de pontos de ferrugem. Os trabalhos de limpeza devem ser feitos à sombra e sem a carroçaria quente, para evitar manchas.

 

Luz solar

Escolha lugares de estacionamento à sombra, pois a exposição directa ao sol pode danificar os componentes internos e externos do veículo. Se possível, deixe os vidros semi-abertos para permitir a circulação de ar e, mesmo que francamente inestético, utilize palas de sol. Deixe o motor arrefecer ao ralenti durante um a dois minutos antes de o desligar.

Kit de emergência

Ter um kit de emergência pode revelar-se útil na eventualidade de acidente. Recomendamos: caixa de primeiros socorros, cabos de bateria, cabos de reboque, macaco, bomba de ar, um extintor de 2 kg, uma garrafa de 1,5 l de água e claro, uma lata de WD-40 Multi-usos para ajudá-lo em qualquer imprevisto!

 

Manutenção

Se o tema é manutenção então WD-40 é a solução. Descubra como o spray dos mais de 2000 usos o pode ajudar nesta tarefa.
WD-40 lubrifica os selos de montagem do motor e as dobradiças de portas articuladas e elimina ruídos das partes móveis da suspensão. Desbloqueia parafusos oxidados assim como peças metálicas enferrujadas. Repele a humidade dos componentes elétricos. Protege ainda todas as peças metálicas contra a ferrugem, corrosão e sujidade e renova e realça os cromados do seu clássico.